cruzlogoRua São José, Outeiro de Cima
3460-063 TONDELA Outeiro de Cima
Tel. 232 816 900

 

 

 

DARDAVAZ Resposta aos interrogatórios dispostos e contidos no folheto incluído pertencente à Igreja e freguesia de Dardavaz, Bispado de Viseu. 1.º Esta sobredita Igreja e freguesia fica na Província da Beira, do Bispado referido e Comarca de Viseu, termo da vila de Tondela, Arciprestado de Besteiros. 2.º É de Sua Majestade Fidelíssima que apresenta a mesma Igreja. 3.º Tem cento trinta e quatro vizinhos. Pessoas maiores, trezentas e noventa, menores, sessenta. 4.º Está situada a Igreja e o povo de Dardavaz em um vale, donde somente se avista e descobre parte da freguesia do Barreiro e a Serra do Caramulo; fica imediata à mesma freguesia do Barreiro, e dista da sobredita serra légua e meia, pouco mais ou menos. 5.º e 6.º A Paróquia está fora do lugar, não muito distante; compreende sete povoações, posto que pequenas, a saber: Dardavaz, que tem trinta e oito vizinhos; = Várzea do Homem tem quinze = Outeiro de Baixo treze = Outeiro de Cima onze = Póvoa da Sardinha, oito = Chancela, seis = Alvarim, trinta e nove = Há mais a Póvoa chamada do Lobo que somente tem dois moradores. 7.º Desta sobredita Igreja, o orago é Nossa Senhora da Natividade. Tem quatro altares = o Altar Maior = de Nossa Senhora do Rosário = o de S. Brás e o da Família Sagrada, que agora de novo se erigiu. Não tem Irmandades mais do que a de Nossa Senhora de Guadalupe. 8.º O Pároco é Abade e tem Coadjutor, foi lotada a mesma Igreja em quatrocentos mil, de que se retirou a 3.ª para a Patriarcal. 9.º Não tem beneficiados. 10.º , 11.º, e 12.º . Não tem Conventos, nem Hospital, nem finalmente Casa da Misericórdia. 13.º e 14.º . Tem o lugar de Dardavaz uma Ermida de S. Sebastião que fica fora do mesmo povo, em pequena distância = o povo da Várzea uma Capela da Sagrada Transfiguração de Cristo Nosso Senhor = a mesma Capela está imediata ao povo = Tem o povo de Outeiro de Baixo outra Capela que é do Morgado daquele Povo, e está imediata às suas casas. = O Outeiro de Cima tem uma Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, que tem a sobredita Irmandade que administra, e a festeja todos os anos a quinze de Agosto. = Tem o lugar de Alvarim uma Capela de S. Romão, que está entre as duas partes em que o mesmo povo se divide; ali se celebra a Festa aos nove de Agosto em todos os anos, e de várias partes concorrem, não somente nesse dia, mas também em diversos dias do ano a visitar e celebrar Missa, ao mesmo glorioso Mártir, aclamando-o milagroso contra os cães desatinados e raivosos. Nas mais Capelas e Ermidas desta freguesia se solenizam as festas e concorrem os povos nos dias das invocações das mesmas Ermidas e Capelas. Adverte-se que a Capela que está no lugar do Outeiro de Baixo é dedicada à Puríssima Conceição da Virgem Senhora Nossa e se celebra em o dia oito de Dezembro a sua festa. 15.º Os frutos de que mais abunda esta terra são: centeio, milho e vinho; também tem mediano azeite e feijão. 16.º Está sujeita e é governada pelo Juiz de fora do concelho de Besteiros e pelo Corregedor e Provedor da Comarca de Viseu. 17.º, 18.º e 19.º – Não tem coisa alguma do que nestes interrogatórios se perguntam. 20.º Não tem correio, serve-se do correio de Viseu, que passa pela vila de Tondela todos os domingos de manhã, e volta de Coimbra nas sextas feiras, de tarde ou à noite, saindo da dita cidade nas quintas feiras. 21.º Dista quatro léguas da cidade capital do Bispado, e de Lisboa, cidade capital do Reino, quarenta e quatro, pouco mais ou menos. 22.º É esta Igreja muito antiga, pois não me [7] do seu princípio e fundação o que bem mostra em muitas sepulturas que da parte de fora da porta principal e no adro se vêem abertas em pedras muito duras e inteiras, se acham abertas e outros mais vestígios da sua antiguidade; pois muito antigas as Igrejas de Treixedo e de Vila Nova da Rainha, sua anexa, finalmente a de Mouraz, foram obrigados a vir assistir os Reverendos Párocos das ditas Igrejas e os Clérigos das mesmas freguesias à Procissão que se faz nesta em dia Corpus Christi, como claramente se vê das Constituições deste mesmo Bispado. 23.º, 24.º e 25.º – Carece do que nestes interrogatórios se pergunta. 26.º Não padeceu ruína alguma no Terramoto. 27.º Não há mais coisa memorável. Pela Várzea do Homem, desta freguesia passa o Rio Crins, que aí tem uma ponte com três arcos, muito bem feita e segura, que dá passagem franca para toda a qualidade de carruagens. Deste rio darão mais distinta e individual notícia as relações das outras freguesias donde traz o seu privilégio e aumento, dilatando-se no espaço das mesmas terras. Aos mais interrogatórios se não responde, por não haver nesta terra as propriedades e qualidades que se procuram saber. Dardavaz, Julho 12, de 1758 O Abade, António de Figueiredo e Abreu.