cruzlogoMOURAZ
3460-330 GÂNDARA DE MOURAZ
Tel. 232 816 900

 

 

 

Em Mouraz a Páscoa era celebrada, tal como actualmente, com a realização da missa na parte da manhã e a visita pascal da parte da tarde.

Na primeira metade do século passado, com a economia monetária ainda pouco desenvolvida, o folar concedido ao pároco durante a visita raramente era em dinheiro; muitos paroquianos ofereciam ovos, azeite, um animal de criação ou mesmo um pacote de açúcar» In Mouraz História e Memórias, António F. Dias de Almeida

Nas noites do primeiro do ano e dos Reis, grupos de jovens iam de porta em porta cantar as janeiras, desejando as Boas Festas aos moradores, sendo no final recompensados com a “esmola”que podia ser vinho, bolos, castanhas, figos secos ou dinheiro. Nos anos cinquenta,  a maioria das  “esmolas”  em dinheiro variava entre 1 tostão (dez centavos) e 5 tostões, podendo mesmo chegar a 10 tostões (1 escudo) nas casas mais ricas. In Mouraz História e Memórias, António Fernando Dias de Almeida