LIMOESR Principal , Limões
Limões – Ribeira de Pena
4870-078 LIMÕES

Telefone/Fax: 259 470 880

limoes@jfreguesia.com

 

História

Limões, freguesia do concelho de Ribeira de Pena, localiza-se entre encostas e montanhas, distando cerca de quatro quilómetros da sua sede concelhia. Composta pelos lugares de Macieira, Tojais, Cadaval, Azevêda e Carvalhais, Limões confronta com as freguesias de Cerva, Alvadia e Bilhó (pertencente ao concelho de Mondim de Basto). É provável que a estruturação deste povoado se tenha iniciado no século XIII, no entanto as datas inscritas nas padieiras de algumas portas referem-se apenas ao século XVII e XVIII. No ano de 1854, a freguesia de Limões foi incorporada no concelho de Ribeira de Pena. Em documentos mais antigos, o topónimo da freguesia surge como “Limãos”, tendo duas origens possíveis: uma prende-se com o significado da própria palavra, na altura, limãos era uma terra pantanosa coberta de limos. Esta explicação é plausível, uma vez que a zona é de muita água. A outra possibilidade relaciona-se com a tradição artesanal da povoação: “limãos” seria as “lindas mãos” que executavam os belos tecidos típicos deste local. O orago desta bela freguesia é S. João Baptista, cuja festa é celebrada, em Portugal, a 24 de Junho. Nasceu numa cidade de Judá e veio a adquirir os epítetos de “Baptista” e “Precursor”, devido à importância que deu ao baptismo e também porque pregou imediatamente antes de Cristo, anunciando-o. No ano 15 do Imperador Tibério, iniciou as suas actividades religiosas, pregando nas margens do rio Jordão. Conforme contam os Evangelhos, João Baptista avisava o povo que estaria próxima a chegada do Messias, insistindo na preparação pela penitência para esta vinda. O seu ritual de imersão na água funcionava como uma purificação corporal, significando mudança interior de vida. Na fortaleza de Maquerunte, foi degolado por ordem de Herodes Antipas.